Boca Livre apresenta show Amizade hoje à noite

AMIZADE é o tema do novo show que o grupo Boca Livre apresentará no Teatro Riachuelo, em Natal, na note deste sábado (09), às 21 horas.

Amizade também é o título do novo álbum do quarteto vocal/instrumental carioca, fundado em 1978.

O álbum, vencedor do 25º Prêmio da Música Brasileira, e o show celebram mais de três décadas de parceria musical, com um repertório renovado a partir de refinado garimpo realizado por Maurício Maestro (contrabaixo, violão e vocal), Zé Renato (vocal e violão), David Tygel (viola e vocal) e Lourenço Baeta (flautas, violão e vocal).

Divisor de águas no universo dos grupos vocais brasileiros, o Boca Livre trabalha seu uníssono e engenhosos arranjos para fãs de ouvidos mais atentos, sem nostalgia ou repetição de ideias.

O último lançamento de carreira do grupo, Americana, é de 1995.

Depois, vieram trabalhos retrospectivos como Boca Livre 20 Anos (1998), o encontro Boca Livre e 14 Bis – Ao Vivo (1998) e o registro de show Boca Livre & Ao Vivo, de 2007 (DVD/CD), com convidados.

Reafirmando uma sintonia entre modernizadores da música brasileira, depois de revolucionar rimando independência com sucesso de massa – o disco de estreia, autointitulado, vendeu mais de 100 mil cópias.

No show que apresentará nesta noite, além de celebrar a amizade, no mês do amigo, o grupo também homenageará quatro compositores pernambucanos, Alceu Valença, Carlos Fernando, Geraldo Azevedo e Novelli, e os baianos Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Com arranjos inéditos ou renovados cantarão: Caravana, de Alceu Valença e Geraldo Azevedo; Barcarola do São Francisco, de Carlos Fernando e Geraldo Azevedo, originalmente registrada no primeiro álbum do grupo; e Baião do Acordar, de Novelli, canção que abre o CD Amizade.

Dos baianos cantarão Oriente e Panis Et Circenses. Porém, no roteiro não faltarão, também, sucessos como Toada de Zé Renato, Claudio Nucci e Juca Filho; Quem Tem a Viola, de Zé Renato, Xico Chaves, Claudio Nucci e Juca Filho; Bicicleta, de Zé Renato e Claudio Nucci; Mistérios, Joyce e Maurício Maestro; Ponta de Areia e Caxangá, de Milton Nascimento e Fernando Brant; Paixão e Fé, de Tavinho Moura e Fernando Brant; dentre outras deliciosas surpresas nacionais e internacionais.

O Boca Livre une neste trabalho sua refinada junção de vocais à uma instrumentação de violões, viola, baixo e flautas.

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP