Brasil anula para reestruturar

Marcos Silva, olá !

Escolher o menos Desqualificado Politicamente, para que exerça o cargo eletivo em pleito, é dar o aval à manutenção das condições já existentes.

Portanto, o Voto Nulo não pode ser confundido como sendo um ato anarquista, pelo contrário, o Voto Nulo é o ato democrático, de quem possui grande consciência social e que se nega, em colaborar na manutenção das condições políticas vigentes !

Marcos, o anarquista possui ódio às questões políticas !

O anarquista nunca vota ! Ele não comparece aos pleitos eleitorais políticos e nem vai justificar a sua abstenção ao voto !

Agora, será que ele continuaria sendo anarquista, se as condições estivessem ao seu agrado? Pois é, o anarquista é um revoltado extremista !

Portanto, Marcos, vamos corrigir essa comparação simplória com o anarquismo:

– o Voto Nulo é um ato reformista, isto sim !

O Voto Nulo não objetiva destituir o Sistema, mas, sim, reforma-lo autênticamente !

Você concorda, que não se pode colocar uma raposa para proteger um galinheiro?

Pois bem, para a Reforma Política é a mesma coisa ! Não pode ser feita, fundamentada em quem esteja se beneficiando com o caus atingido !

A Reforma Política, para ser autêntica, tem que considerar a opinião popular majoritária !

Agora, Marcos, analise: Voto Nulo Reivindicador !

É o Voto Sempre Nulo, vinculado às Reivindicações Populares, para serem plenamente satisfeitas, na Reestruturação do Sistema Eleitoral Político – SEP , objetivando que a Moral, a Eficiência e a Ética passem à ser dominantes no Setor Político Nacional Brasileiro.

“Um povo unido, jamais será vencido !” ( aclamação popular no Movimento das Diretas Já ! )

Abraços à todos !

Brasil Anula Para Reestruturar.

Gerente Geral CNBVN – Operador

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem
  1. Marcos Silva 7 de outubro de 2010 12:04

    João:

    Anarquismos são tantos – o problema reside no et allii. É por isso que lembrei o clássico anarkhos, sem governo. Interpreto voto nulo nesse universo e não transfiro a interpretação para nenhuma “autoridade anarquista” (sic). Alguém detém a ordoxia do anarquismo (isso existe?)?
    Abraços:

  2. Marcos Silva 7 de outubro de 2010 10:31

    Prezado (a) “Brasil Anula Para Reestruturar”:

    Em primeiro lugar, gostei muito do caus com u.
    Comparar não é tornar igual.
    Por que vc acha que atos anarquistas não são democráticos?
    Você notou qual foi a real “opinião popular majoritária”? Deu a impressão de que não foi o voto nulo – corrija-me, se for o caso.
    Desconfio que, a cada hora, o povo – unido ou não – é vencido. Mas isso pode mudar. Ou não. Depende da ação humana.
    Abraços sem anonimato:

  3. João da Mata 7 de outubro de 2010 10:29

    “A liberdade do outro estende a minha ao infinito” Bakunin

    Concordo com o direito à opinião e adoro o J. Sergio. Mas, meus caros, votar em branco não tem nada de anarquismo. Querer se alçar ao anarquismo de Bakunin et al., é demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo