Buraco da Catita

Só agora li matéria escrita pelo jornalista Aléxis Peixoto sobre o lançamento da programação cultural do espaço Buraco da Catita. A quem não conhece, está situado em ponto charmoso, entre becos da Ribeira.

Grandes músicos da cidade estão escalados para montar alguns dia da semana com música de qualidade. A programação preenche as terças, quintas e sábados.

Vibro mesmo com idéias do tipo. O músico e idealizador do projeto, Camilo Lemos, apostou em um espaço escondido, meio underground, mas perfumado pelo chorinho e rodas se samba. Deu certo. E sempre com projetos e experimentos novos.

Fui por duas vezes ao local. É a pedida após o sino do pé na bunda do Bardallos, do produtor cultural Lula Balmont, tocar. O Bardallos fica no Centro.

Agora o Buraco da Catita oferece diversão quase diária. Na terça, às 20h, tem o projeto Duos e Solos. Na estréia, Neemias Lopes e Paulo Sarkis, saxofonista e baixista da Mad Dogs, respectivamente.

Às quintas-feiras, fica acordada a presença da Orquestra Cia. do Frevo para ensaios abertos ao público. Sempre às 19h. No sábado, a partir das 14h, feijoada, mesa de samba e cerveja despreocupada. Dia de semana é bronca.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP