Café com Chocolate

Café com Chocolate

Fresca manhã de julho…
Este vício de olhar pela janela, não muda em mim…
(Gosto das janelas,
Elas são o medidor do meu estado de espírito).

“Janelas da alma”,
Que me dão calma,
São quase um abrigo…
Abro a janela olho para fora,

O verde, lençol de brisa (coqueirais…),
Nos campos as flores,
Montanhas, pastos…
Penso, revivo,

O vento sopra neste céu de cinza cor,
Deste quase inverno.
Café com chocolate..
Penso na vida,

Enquanto mergulho nesta nostalgia…
Por entre a cortina da chuva fininha
Que suavemente cai…
Remeto-me a pensamentos distantes,

São sombras suaves de um breve tempo,
Que agora passam por mim,
Como um sonho…

O tempo se arrasta como uma serpente,
Sorrateiro e sempre…
Café com chocolate…
Ausências, saudades,

Perfumes no ar…
O frio me invade,
Tem muita saudade neste meu olhar..

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo