“Caim” de Saramago retirado dos finalistas do Prémio PT

DIÁRIO DIGITAL

O romance “Caim”, de José Saramago, foi retirado da lista final do Prémio Portugal Telecom Literatura, por iniciativa da Fundação Saramago e da Companhia das Letras, editora do escritor no Brasil, segundo comunicado divulgado hoje.

Segundo o comunicado da Portugal Telecom, esta decisão foi tomada “por forma a serem reconhecidos outros autores de língua portuguesa” e vai ao encontro do que José Saramago, ainda em vida, já o expressara, acrescentou fonte da instituição.

Pilar del Rio confirmou à agência Lusa que a fundação a que preside pediu que o livro “Caim” fosse retirado do concurso, por ser esta a atitude que “está mais no espírito de Saramago, que defendia o privilégio da partilha com os seus pares”.

Coincidência de intenções, segundo a mesma fonte, já que os organizadores do Prémio Portugal Telecom de Literatura, “tinham a intenção de homenagear José Saramago, pela sua vida e obra e por considerar que não poderia deixar de mostrar o seu reconhecimento por aqueles que contribuíram para dignificar o nome de Portugal e, neste caso muito específico, a língua portuguesa”.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + sete =

ao topo