Campanha salarial

As últimas greves que cobri, dos Bancários e dos servidores da saúde, as reivindicações de reajuste salarial foram de acima de 15%. Pois bem. Nós, jornalistas, também encampamos nossa negociação, sem greve; sem alarde. Somos “pacíficos”. Que lindo! Nosso pedido é de aumento de 5%, negado em primeira rodada com vistas ao acordo coletivo de trabalho.

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas do RN (Sindjorn) pede ainda um piso para a categoria de R$ 945 e mais adicioal de R$ 150, referente ao auxílio-alimentação. A próxima negociação ocorre quarta-feira, às 10h, na Delegacia Regional do Trabalho (DRT), na Ribeira, pouco antes do Banco do Brasil.

Em relação ao direito autoral, o Sindjorn propõe às empresas de comunicação o pagamento ao autor de qualquer matéria, inclusive ao freelancer, objeto de reprodução, uma participação nas seguintes condições: no caso de matéria, tape, gravação ou fotografias serem objetos de venda, para quaisquer veículos de comunicação, a participação será de 50% do valor de venda, a ser paga cinco dias após o ato do recebimento.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo