“Canal de Suez”, de Horácio Paiva

sempre sonhei unir
dois oceanos
o meu e o teu

sempre sonhei celebrar
essa união

sim
e o que poderia dar errado
se temos águas iguais?

talvez a via estreita do canal nos limitasse…

mas só assim
na mistura das águas
saberemos
quem mais ama
quem mais odeia

na mistura das águas
não vamos eliminar a disputa

na mistura desses mercados
saberemos qual razão vai prevalecer

se não tivermos de ir às tapas
e se tudo for paz e amor
para onde correrão essas águas
qual desses mercados prevalecerá?

que herança deixaremos
para as novas águas
que herdarão a terra?

o peso maior do amor
ou do ódio?

Ilustração: Brian Rea

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo