Cant’t Buy Me Love

Aos beatlemaníacos, ou mais do que isso, aos apreciadores daquela conturbada e sonhada década de 60, será lançado em breve o livro Cant’t Buy Me Love.

Embora o título seja alusivo à canção de de Lennon e McCartney, típica da fase yeah, yeah, yeah, a obra é mais abrangente.

Aborda desde os beats dos Estados Unidos e dos Angry Young Men da Inglaterra, às sombras do Caso Profumo e do assassinato de John Kennedy.

Segundo o release, muito bem montado, por sinal, Can’t Buy Me Love “captura os desdobramentos de uma era que tornou os Beatles possíveis – e até necessários”.

O autor, o músico e escritor Jonathan Gould, situa o Fab Four no amplo e tumultuado panorama de seu tempo e enraíza a história da banda no contexto social que envolveu tanto a ascensão quanto a dissolução dela.

Gould desvenda ainda os papéis centrais exercidos nos bastidores pelo empresário Brian Epstein e pelo produtor George Martin, além de creditar a influência exercida na música dos Beatles por contemporâneos como Bob Dylan, Brian Wilson e Ravi Shankar, acompanhando a escalada gradual das rivalidades internas.

Vou esperar o lançamento. Este eu compro.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo