Carlo Carrenho: ‘O mercado do livro digital vai crescer e os impressos continuarão existindo’

As novas tecnologias trouxeram uma série de possibilidades para o mercado editorial. Atualmente, um autor pode, ele próprio, publicar e comercializar seus livros. Com os tablets e leitores eletrônicos é possível criar livros multimídia com uma série de aplicativos. Em entrevista ao Nós da Comunicação, o economista Carlo Carrenho, especializado em editoração e com mais de 15 anos de experiência na área editorial, tendo passado por editoras como Ediouro e Atlas, ressaltou que o Brasil ainda está atrasado em relação aos novos modelos de negócio realizados em outros países. “Há ainda um conservadorismo muito grande por aqui. Precisamos começar a implementar novas tecnologias e ferramentas para fazer parte dessa mudança e não fugir dela.”

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − nove =

ao topo