Carlos Fuentes, o dândi pessimista

fuentes

A literatura tem influência política? Um romance pode conscientizar seus leitores?

A literatura tem influência relativa. Philip Roth dizia que uma ditadura aprisiona seus opositores em campos de concentração, e uma democracia os prende a uma tela de TV. A imaginação pode ser um convite à passividade e à alienação. Vem daí a responsabilidade do escritor, de fazer uso da imaginação e da linguagem de forma a não alienar, de forma a discorrer sobre sua visão política. A literatura tem exigências enormes de tempo, de concentração. Se um romance pode conscientizar seus leitores? Depende do escritor. Não acho que Balzac tenha conscientizado seus leitores sobre a necessidade de uma revolução burguesa na França, mas acho que Soljenitsin alertou seus leitores sobre os horrores do stalinismo. Em tempos de ditadura, a literatura ganha outra leitura, que tem a ver com o momento político, e isso pode ser ruim. A literatura latino-americana sofre de uma praga, a literatura platanera, a literatura de fundo populista.

AQUI

Go to TOP