Carnaval 2015 em Natal ameaçado por pendências com a Controladoria

A Funcarte tem tentado resolver, alertar para o problema. Na última sexta saiu publicação no Diário Oficial do Município um chamamento público, atendendo solicitações da Controladoria Geral, para que bandas de frevo, blocos, troças e grupos carnavalescos de tradição, tribos de índio, atrações artísticas musicais e escolas de samba compareçam à Funcarte para atender diligências referentes a Processos Administrativos.

A lista é enorme e inclui protagonistas do carnaval de Natal. Não existe carnaval no Centro Histórico sem As Kengas. O maior polo carnavalesco, na Redinha, tem todos os seus principais blocos incluídos na lista: Os Cão, As Raparigas, Banda do Siri e Baiacu na Vara. E nada menos que as duas principais agremiações carnavalescas do Estado: Balanço do Morro e Malandros do Samba também dependem da resolução das diligências exigidas pela Controladoria.

Essas categorias e artistas foram selecionados no edital deste ano. Ou seja: ou resolvem suas prestações de contas e outros procedimentos pendentes ou estarão proibidos de concorrer ao edital do Carnaval 2015 que será lançado nesses dias. E caso boa parte continue em situação pendente o Carnaval fica inviável! São sete bandas de frevo, 20 blocos e troças, duas tribos de índio, 21 atrações musicais, e sete escolas de samba.

Entre cantores e bandas, estão Isaque Galvão, Rosa de Pedra, Dodora Cardoso, Sergio Groove, Alphorria, Perfume de Gardênia, Rodolfo Amaral, Sueldo Soaress, João Mendonça (figura ícone da Redinha, homenageado pela Prefeitura no Carnaval esse ano!) e mais uma dúzia de artistas. A lista completa está AQUI, lá por baixo, na parte da Funcarte. Justo quando o Carnaval promete ser o maior dos últimos anos, a burocracia promete desfilar em carro aberto.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP