Carta Aberta ao Ziraldo

Por Ana Maria Gonçalves

Caro Ziraldo,

Olho a triste figura de Monteiro Lobato abraçado a uma mulata, estampada nas camisetas do bloco carnavalesco carioca “Que merda é essa?” e vejo que foi obra sua. Fiquei curiosa para saber se você conhece a opinião de Lobato sobre os mestiços brasileiros e, de verdade, queria que não.

aqui

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem
  1. Angela Gerin 16 de março de 2011 18:37

    Certamente eu teria vergonha de usar uma camiseta dessas,sempre fui contra ao preconceito mas a ignorancia meus amigos, é ainda pior…
    Devemos respeitar uns aos outros seja qual for a raça, religião e opiniões, mas quando esta última ultrapassa os limites é inaceitavél!!!

    “Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra.”
    Bob Marley

  2. Augusto Guimaraes 24 de fevereiro de 2011 11:30

    É impressionante como as pessoas tentam minimizar o racismo e o apedrajamento coletivo contra a população e negra e afro-descendente. O comentário do João da Mtata segue essa lógica. Certamente, ele concorda com Ziraldo e Monteiro Lobato. Certamente, ele deve afrmar que não é racista. Certamente, ele deve achar que o negros são macacos e burros. Certamente, ele se deliciou com os livros de Lobato e certamente, ele acha um absurdo todo esse debate. Talvez, ate, certamente, ele deva ser também um admirador não confesso da Ku Klux Klan? Quem sabe?
    Certamente,ele deve acha que branca é para casar, preta para trabalhar e mulata para fornicar, certamente.

  3. João da Mata 18 de fevereiro de 2011 15:02

    Meu querido Ziraldo, parabéns pela brilhante idéia. Quero uma camiseta dessas para mim. Mande dizer quanto é.
    Tudo o que eles querem é uma mulata para dançar.
    Voce só não conseguiu uma mulata mais gostosa que a de Lan.
    Mas dá para sambar. A mulata é a tal, ja dizia o sambista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo