Casa da Ribeira promove videoconferências sobre processos de criação artística

Com mais de 1 ano fechada sem atividades presenciais, a Casa da Ribeira se reinventou para continuar oferecendo uma programação artística e educativa. Tudo agora acontece on-line e até um selo foi criado para designar a programação que acontece nas plataformas digitais: CasaOn!

Em maio, o assunto é “Processos de Criação Artística” em arte contemporânea com foco no hibridismo de linguagens. Serão quatro videoconferências ao vivo e on-line na plataforma Sympla Streaming, sempre aos sábados, a partir das 16h.

Cada sábado um artista diferente compartilha suas criações, projetos e produções e revela seu processo de criação. No final o público pode participar em um batepapo com os criadores. Com curadoria e coordenação de Di Gatti, as videoconferências integram o projeto de pesquisa “Pandemia, a profusão de mídias hibridas na arte e seus impactos nos processos criativos”, aprovado na Lei Aldir Blanc em edital do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto.

Programação CasaOn | Maio

Sábado (08) | Danilo Canguçu, fotógrafo e artista cênico baiano,
atualmente reside em Helsinki, na Finlândia, onde desenvolve projetos
documentários combinando fotografia, áudio, teatro e vídeo.
+Informações e inscrições AQUI

Sábado (15) | Alice Carvalho, multiartista potiguar premiada internacionalmente. Transita entre o cinema, a literatura, as artes
plásticas, a música e o que mais fizer sentido.
+Informações e inscrições AQUI

Sábado (22)| Vicente+Vinícius, no cruzamento das artes do corpo e do design, Vicente + Vinicius (Guarulhos e Natal) realizam, desde 2017, uma
produção híbrida em linguagem, que nasce do desejo de ativar zonas de
intimidade para partilhar de seus esforços, prazeres e delírios conjugais.
+Informações e inscrições AQUI

Sábado (29) | Irmãs Brasil, dupla existência de corpos estranhos,
artistas travestis de Amparo (SP) vivem e trabalham no Rio de Janeiro
(RJ). Suas criações colocam em choque linguagens da dança, teatro e performance com operações de imagens e signos para criar desvios nas
tecnologias heteronormativas e coloniais.
+Informações e inscrições AQUI

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo