Casa da Ribeira realiza até 30 de maio o projeto “Eu Curto Cultura”

Entre os dias 13 de Abril e 30 de maio a Casa da Ribeira promove o projeto EU CURTO CULTURA, uma parceria direta entre Públicos, artistas e empresas com responsabilidade social.

Neste período a Casa da Ribeira não cobrará pauta para os artistas, realizando assim uma parceria direta, onde o valor arrecadado na bilheteria pagará parte da manutenção da Casa e o cachê do artista. O público será o principal patrocinador das obras.

Os ingressos custarão R$ 20,00(inteira) e R$ 10,00(estudante, professor e classe artística) e será dividido meio a meio entre a Casa e os artistas.

As atrações variam de espetáculos de teatro e dança para crianças e adultos a shows musicais com temas especialmente criados. Entre as atrações estão o Coletivo Atores à Deriva, O Grupo Gira dança, Domínio Cia de Dança entre outros.

Artistas que também se interessarem pela parceria podem procurar a Casa através do 3211-7710 ou casa@casadaribeira.com.br

Serviço:
Projeto EU CURTO CULTURA
Quando: De 13/04 a 31 de Maio de 2012
Onde: Casa da Ribeira – Rua Frei Miguelinho, 52, Ribeira.
Quanto: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00(estudante, professor e classe artística).

Contatos: (84) 3211 -7710; (84)8823-6083 (Henrique Fontes).

PROGRAMAÇÃO DE ABRIL DO PROJETO EU CURTO CULTURA

“RECOMENDAÇÕES A TODOS – COLETIVOS ATORES À DERIVA – Projeto EU CURTO CULTURA

Um louco, expulso do manicômio, volta ao palco. O muito que ele tem a falar pouca gente tem coragem de ouvir, mas todos concordam que são verdades, ou, talvez, mero sintoma de exibicionismo.

A obra homônima, escrita por Alex Nascimento em 1982 relata os passos de um louco que, expulso do manicômio, tenta conviver com os “lindos normais”. Para entendermos essa desventura, Alex Nascimento que narra à obra em primeira pessoa (seria sem propósito?) conta a sua trajetória desde o nascimento, passando pela primeira festa, o primeiro emprego e seu eterno caso de amor e ódio com os analistas.

Quando: Dias 13, 14 e 15 às 20h

Quanto: R$ 20,00 (ingresso); R$ 30 (livro). Casadinha peça + livro = R$40,00

Mais informações: (84) 3211.7710

**********

“DOMINIO CIA DE DANÇA – DIX” – Projeto EU CURTO CULTURA

O espetáculo é um coro de canto de quem dança, pois a música é movimento cifrado, é alquimia entre o que acontece em nossas vidas cotidianas e o imaginário perpassado através de nossa arte, aqui representado e concretizado pela dança.

A diversidade e ecletismo de seus balés tornaram-se uma característica marcante da Domínio Cia de Dança. O mote principal permeia os pequenos momentos que nos pegam de surpresa, aquele que nos faz ter a representação do que mais nos chama a atenção. O espetáculo é um coro de canto de quem dança, pois a música é movimento cifrado, é alquimia entre o que acontece em nossas vidas cotidianas e o imaginário perpassado através de nossa arte, aqui representado e concretizado pela dança.

Quando: Dia 20/04 às 20h

Quanto: R$ 20 (Inteira) R$ 10 (meia)

Mais informações: (84) 3211.7710

*************

“FLÚVIO E O MAR – COLETIVO ATORES À DERIVA – Projeto EU CURTO CULTURA

Projeto EU CURTO CULTURA – Um menino com um destino de onda, um desejo de Mar. Assim é Flúvio, o herói da peça “Flúvio e o Mar”, espetáculo infanto-juvenil do Coletivo Atores à Deriva.

O menino de nome aquático mora na pequena cidade de Elmo das Pedras e um dia decide partir em busca do mar. No caminho, Flúvio encontra alguns personagens pitorescos, que o alertam sobre suas escolhas. Finalmente, após uma tempestade, Flúvio encontra o mar e percebe que este está cheio de lixo. Flúvio se decepciona por ver que o mar dos sonhos dele não está mais do mesmo jeito. E agora? O que Flúvio irá escolher?

Quando: Dia 22/04 às 17h

Quanto: R$ 20 (Inteira) R$ 10 (meia)

Mais informações: (84) 3211.7710

**************

“O JARDIM DAS ROSAS AMARELAS” – COMPANHIA GIRA DANÇA – Projeto EU CURTO CULTURA

“O Jardim das Rosas Amarelas” ao palco uma reflexão e mensagem sobre a esperança e as possibilidades na vida que cada ser humano é capaz de construir; independente de o mundo que o rodeia ou as condições em que vivem serem favoráveis ou não.

O espetáculo retrata, portanto, a barreira da deficiência física, mas através da superação dos seus bailarinos, a barreira da deficiência espiritual – esta a que todos nós estamos vulneráveis na sociedade. Os bailarinos do Gira Dança querem, em movimento e som, apresentar uma figura do ser humano além do bem – comum, mas como, simplesmente humano – sendo aquilo que ele mesmo constrói, mas também destrói.

Quando: Dias 26 E 27/04 às 20h

Quanto: R$ 20 (Inteira) R$ 10 (meia)

Mais informações: (84) 3211.7710

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo