Cascudo: um poeta no inferno da biblioteca

Por Yuno Silva

Mesmo sem ter sido publicada, obra poética de Câmara Cascudo começa a ganhar novas conexões dentro do panorama do modernismo e autores latinosMesmo sem ter sido publicada, obra poética de Câmara Cascudo começa a ganhar novas conexões dentro do panorama do modernismo e autores latinos Conhecido e reconhecido como professor universitário, escritor, historiador e pesquisador das manifestações culturais e tradições brasileiras, aos poucos uma outra faceta de Luís da Câmara Cascudo (1898-1986) começa a ganhar holofotes: sua produção poética.

aqui

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP