Destaque

  (Professor no Departamento de História da FFLCH/USP) RESUMO Este artigo reflete sobre a memória consolidada a respeito do Tropicalismo na música popular brasileira. Tal memória indica como marco inicial dessa tradição as apresentações de Caetano Veloso e Gilberto Gil no III Festival de Música Popular Brasileira da TV Record (1967). Embora essa referência seja […]

Continuar Lendo

NO ESTADO DE MINAS Poesia deve ser lida em voz alta ou em silêncio? As duas coisas. Adoro ler poesia para um grupo que está realmente atento. Outro dia, me pediram para ler em praça pública. De jeito nenhum, porque tem pipoqueiro passando, carro buzinando… Fiz essa experiência uma vez e detestei. Praça é lugar […]

Continuar Lendo

Por Plínio Palhano (Artista Plástico) JORNAL DO COMMERCIO Este é o título de uma obra do pintor norueguês Edvard Munch (1863–1944), realizada em 1893, na qual utilizou uma técnica mista, com óleo sobre tela, têmpera e pastel, uma das mais significativas do expressionismo mundial. Pintura realizada em um período difícil do artista, que refletiu em […]

Continuar Lendo

“estás aqui/quer dizer/tudo está aqui/ o vazio e a união/e tu/e a desordenada solidão/” Juan Gelman/Eliezer Bem Jonon (Com/posições) É, eu sei, escrevo para despistar palavras, mas elas é que me despistam, quando não me desencaminham. Falo, mas as palavras não vingam. Só nascem, mas não chegam a criar-se, como rebentos enfermiços, eternamente incubados. Só […]

Continuar Lendo

Perdi um poema. Alguns vão dizer: e daí? Mas é que a perda desse poema me fez mal. Deixou-me embaraçado, desconfortável, vazio, com o olhar também perdido no horizonte. Sei que nem todos podem e nem precisam compreender. Isso é coisa que se passa numa alma sensível, errante e fragilizada diante do esquecimento de palavras […]

Continuar Lendo

  O texto “2013: ano da República. O ativismo civil nas ruas em 1831 e agora”, de Lilia Moritz Schwarcz (FSP, 7.7.2013) – {post mais abaixo}, compara manifestações públicas no século XIX e a abdicação de Pedro I às manifestações públicas no século XXI (não cita explicitamente o desejo de que Dilma renuncie embora a […]

Continuar Lendo

ho A presidente Dilma Rousseff, em resposta às manifestações e reivindicações das ruas, propôs no dia 24 de junho de 2013 aos 27 governadores e 26 prefeitos de capitais convidados para uma reunião no Palácio do Planalto, a adoção de cinco “pactos nacionais” (responsabilidade fiscal – com o objetivo de garantir a estabilidade da economia […]

Continuar Lendo
Vá para Topo