Destaque

No artigo “Breve resumo da literatura norte-rio-grandense” (A Imprensa, 18 jun. 1922), Câmara Cascudo afirmava: “Com noventa anos de literatura (do primeiro jornal em 1832 a hoje) possuímos meia dúzia, se tanto, de livros em prosa”.  Sete anos depois, em outro artigo (“Para fazer um romance…”, A República, 08 dez. 1929), o então Príncipe do […]

Continuar Lendo

A casa-grande da Fazenda Horizonte tem sido um lugar de refúgio para minhas leituras e escritas. Sempre que ali retorno, apesar de o calor maltratar impiedosamente a minha pele − a temperatura ultrapassa os 40 graus centígrados, derretendo os miolos dos seres acostumados com a brisa do litoral − releio com olhos de encantamento uma […]

Continuar Lendo

Lá vem o Arcanjo. Puxando por uma perna. Todas as vezes que minha garganta fechava era sinal de mudança no tempo. Não precisava nem assistir previsão. Era só uma questão de perceber o líquido escorrer do muco da laringe, a garganta doer, e sabia: chuva. Não dava outra. O Arcanjo olhava por baixo das sobrancelhas […]

Continuar Lendo

O contexto é ainda de perplexidade para nós artistas, com o fantasma da volta da censura. Após o período da ditadura militar, em que os criadores precisavam muitas vezes burlar o Serviço de Censura e Diversões Públicas (depois rebatizado como Divisão de Censura de Diversões Públicas – DCDP) para poder tornar públicas as suas obras, […]

Continuar Lendo

A cor da minha pele não nega, sou descendente de africanos, os mesmos que um dia foram capturados e obrigados a servirem de degrau para que muitos pobres de espírito subissem na vida. Não tenho a intenção, estimado leitor, de criar critérios sobre essa ou aquela raça, pois, como entendi através do tempo e com […]

Continuar Lendo

E o que mais posso desejar para uma amiga tão querida e especial? Ceiça Fraga é daquelas pessoas que sempre faz uma análise pertinente das situações e suas reflexões são sinônimo de aprendizado. Trabalhamos dois anos no mesmo setor e não lembro de ter travado nenhuma conversa mais demorada com ela durante esse período. Nessa […]

Continuar Lendo

Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar e a voltar sempre inteira.  Cecília Meireles  Lembro perfeitamente o dia em que ela chegou da maternidade. A cena era a seguinte: minha mãe, de pé, com ela nos braços e eu, admirada e querendo ver de perto aquele bebê que agora faria parte das nossas vidas. Ela […]

Continuar Lendo

  Leia no link abaixo ensaios produzidos pelos alunos do professor do curso de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Márcio de Lima Dantas, sobre o poeta português Fernando Pessoa. As fotos nos textos de Matheus Souza são de autoria da fotógrafa Ana Graça Canan. ENSAIOS – FERNANDO PESSOA

Continuar Lendo

No cinema de Hollywood, Billy Wilder (1906- 2002) é um dos diretores mais importantes, ombreando-se com outros monstros sagrados tais como John Ford, Alfred Hitchcock, Fritz Lang, Orson Welles, John Huston, e Stanley Kubrick. Aliás, pensando bem, ele não é só uma culminância de Hollywood, mas também do cinema mundial de ontem e de hoje. […]

Continuar Lendo
Vá para Topo