Cem livros ruins

Leitores escolhem os cem piores livros que já leram. Paulo Coelho está lá. A lista vai bem até o 14º livro. Parei no 15º, estarrecido e convencido de que não é uma seleção para ser levada em conta.

aqui

Comentários

Há 8 comentários para esta postagem
  1. Alex de Souza 23 de junho de 2010 13:39

    Ruim é ficar sem ler.

  2. João da Mata 23 de junho de 2010 9:09

    Concordo Ednar

    ” Injustiça total não há”

    Tem muita porcaria nessa lista onde existem livros excelentes tais como 100 de solidão, Grande Gatsby e outros

  3. Ednar Andrade 23 de junho de 2010 1:38

    Injustiça total não há. Visto que é óbvio que certos livros merecem estar nela incluídos, sem sombra de dúvidas (e aqui faço menção a “O Alquimista”, de Paulo Coelho, que, para mim, não difere dos demais livros dele).

    Mas, por outro lado, não mereciam estar na lista os os seguinte livros:

    26 – a letra escarlate, nathaniel hawthorn;
    40 – o grande gatsby, scott fritzgerald;
    57 – as vinhas da ira, john steinbeck;
    61 – o amor nos tempos do cólera, gabriel garcía marquez;
    63 – o homem e o mar, ernest hemingway;
    67 – Moby Dick;
    69 – grandes esperanças, charles dickens;
    72 – o diário de anne frank, anne frank;
    78 – cem anos de solidão, gabriel garcía marquez;

    Mas, como disse Tácito: “Existem leitores e leitores”. Que fique, então, com os leitores e leitores o tribunal deste júri… Rsrs… “Nada mais foi dito, nem foi perguntado”…Rsrs…

  4. João da Mata 22 de junho de 2010 22:10

    Caro Cefas e colegas,

    A Bíblia é um dos grandes livros da humanidade.

    A versão Inglesa do rei James , em particular, é fundamental na história da literatura.

    O Grande Gatsby estar nessa lista é uma piada só não pior que a lista em si.

  5. Cefas Carvalho 22 de junho de 2010 21:34

    Adorei a lista. Curti a Biblia estar em 18º. Curioso. E achei estranho “O Grande Gatsby” estar na relação. Abraço, Tácito e parabéns, novamente, pelo blog, cda vez melhor.

  6. Nina Rizzi 22 de junho de 2010 19:59

    tácito, até o quinze, a saga do crepúsculo que faz meus alunos que detestam ler, ficar horas com aquele calhamaço de umas trezentas páginas (me parece ruim a obra, não vou ler pra tirar a conclusão, mas fazê-los ler já me alegra, é o pontapé pra que falam outras leituras, hm?), e coisas do gênero…

    minha curiosidade me fez ir até o 100 e fiquei estarrecida, olha:

    26 – a letra escarlate, nathaniel hawthorn;
    40 – o grande gatsby, scott fritzgerald;
    57 – as vinhas da ira, john steinbeck;
    61 – o amor nos tempos do cólera, gabriel garcía marquez;
    63 – o homem e o mar, ernest hemingway;
    69 – grandes esperanças, charles dickens;
    72 – o diário de anne frank, anne frank;
    78 – cem anos de solidão, gabriel garcía marquez;

    (forrest gump em 93; cold mountain em 83. estes não li, mas vi os filmes e gostei, sobre o forrest gump até já escrevi em ellenismos.)

    é, é de torar…

    beijos.

    • Tácito Costa 22 de junho de 2010 22:06

      Você foi até os 100? rs. Moça perseverante é você. Agora, talvez devamos dá um desconto, existem leitores e leitores.

  7. Marcos Silva 22 de junho de 2010 19:39

    Amigos e amigas:

    Por um lado, Paulo Coelho tem sua falta de talento reconhecida. Por outro, incluíram Melville, Scott Fitzgerald, Steinbeck, Conrad… Preocupante demais!
    Se esses quatro forem ruins…
    Abraços:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo