o céu deságua

me desmancha
troco pele
trovoadas
põem meu coração para casa
as nuvens se batem
me esbarram
clareia
acende
me encharca
eu corro
choro
procuro teto
o céu está seco
sereno
a tempestade
está aqui dentro….

[Maluz]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP