Chuvas de Abril

A terra se esvai em água
Chora
A dor tece
Rosário de lágrimas

Sol a Lua acorda
O mar traga
Lírios em flor

Outono não vinga
O dia veio
Dei-o
Amei-o
Silencio

DaMata

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo