Ciência política e profetismo

Amigos e amigas:

A entrevista de André Singer mescla interessantes análises com profecias que escorregam na maionese. Análises interessantes: redistribuição de renda, nova composição do eleitorado petista. Profecias maionésicas: lulismo sem Lula, Dilma herdeira de Lula, relações futuras entre PT e lulismo. De passagem, não explica o milagre da distribuição de renda (quase digitei de peixes) sem confrontação política (renda é poder!) nem para onde foi a classe média despetizada, bem como se existe classe média homogênea no planeta. A caracterização de Vargas é hilária: política de governo voltada para os setores de menor renda – cadê os trabalhadores rurais, o empresariado nacional encheu os tubos com aquela política… De passagem até parece que direitos são criações de governo e não peças de lutas sociais muito complexas, que duram décadas e são apropriadas por algum governante de plantão.
As diferenças entre Ciência Política e projeto partidário, em algumas situações, são muito sutis!
Abraços:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Go to TOP