Cine Terreiro realiza Mostra Especial a partir desta terça (02)

Após sete edições presenciais, o CINE TERREIRO chega em ambiente online com uma Mostra Especial que exibirá dez filmes que marcaram a história do evento. A mostra estará disponível entre 02 e 10 de março, no website www.cineterreiro.com.br

O evento acontece em ambiente virtual devido a Pandemia de Covid-19 e respeitará os protocolos estabelecidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

O projeto está retomando suas atividades, em 2021, com o objetivo de fortalecer a memória e preservação de comunidades religiosas com matrizes afro-indígenas, usando como ferramenta o audiovisual.  

“É uma maneira de celebrarmos a história de um evento que surgiu com o propósito de valorizar essas casas espirituais através dessa linguagem”, destacou Rodrigo Sena, idealizador do Cine Terreiro.

Rodrigo afirma que o projeto surgiu em 2015, após uma série de filmagens realizadas nessas casas espirituais e a necessidade de apresentar os filmes produzidos nesses espaços. 

“Essas casas, muitas vezes, ficam à margem da sociedade e sofrem preconceitos. É uma responsabilidade muito grande falar desses objetos religiosos e ampliar isso para uma questão sociocultural, despertando no público a importância desses espaços”, sublinhou. 

Ao longo de sua história, além da exibição de filmes, o CINE TERREIRO realizou oficinas relacionadas a religiosidades e ações educativas nos terreiros que foram centros exibidores.

Através de uma mostra especial cinematográfica, o projeto pretende construir pontes entre pessoas que se interessam por essas temáticas.

A Mostra especial CINE TERREIRO tem o patrocínio da Prefeitura do Natal, através do Edital de Expressões Religiosas – FUNCARTE. É uma realização d’Aboca Audiovisual e ORI Audiovisual. E produção da Bobox Produções.

Programação

Olho-De-Boi  (Gustavo Guedes)

Exú – Além do Bem e do Mal  ( Werner Salles Bagetti)

Caboclos NKISIS (Ana Stela Cunha)

Jurema (Clementino Junior)                                  

Rapsódia para o Homem Negro (Gabriel Martins)

Egun (Helder Quiroga)

Bolou (Rodrigo Sena)

Festa de Deuses e Homens (Rodrigo Sena)

Caixa D’Água: Qui-Lombo é Esse? (Everlane Moraes)

Do Meu Lado (Tarcísio Lara Puiati)

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo