CINEMA: Corra, Alice, corra

Ontem à noite, após um dia chuvoso e acinzentado, em que as bestas feras do trânsito mostraram as garras com devoção estado-islâmica, entrei nas redes sociais de Alice Carvalho, já com este escrito concluído, para conferir se tinha negligenciado alguma informação, antes de publicar o resumo da conversa que tivemos em um café, no Praia Shopping, horas antes.

Dei sorte, pois não só existia uma novidade, como era a maior delas: O projeto da websérie Septo conseguiu a verba necessária para bancar os cinco episódios com a história da triatleta Jéssica Borges, jovem pressionada entre realizar o sonho (sobretudo de seu pai) de disputar uma Olimpíada e encarar um amor que não ousa dizer seu nome.

Segue parte da entrevista de quase uma hora, sem as fotografias planejadas por John Nascimento, diante do cenário diluviano.

Septo terá cinco diretores, um para cada capítulo, dentro de uma equipe com 25 integrantes. As filmagens começarão em abril, com estreia prevista para metade de junho, talvez julho, segundo Alice. A coprodução do Coletivo Caboré Audiovisual e Marmota Filmes conta com a participação do portal Brasileiríssimos, de Recife.

“Uma coisa que eu penso muito quando vou escrever sobre qualquer coisa é que tenho notado, tanto eu como os meninos que fazem o roteiro comigo, o Aureliano [Aureliano Medeiros, da Tribo Editora], o Frank, [Frank Aleixo], que a gente consegue chegar em muitas pessoas, pessoas distantes que não fazemos ideia de quem sejam, nem eles sabem como a gente é. Então eu tenho uma responsabilidade muito grande. Por eu ser jovem, pela equipe ser toda muito jovem, a gente opta de ter cuidado de como levar as mensagens para as pessoas, sempre da forma mais natural possível”.

Treinamentos diários, que incluem natacão, jiu jitsu, corridas e pedaladas, têm exigido uma rotina de Iron Woman. Tudo no intuito de compor a personagem convocada para os Jogos Olímpicos, no instante em que o amor ganha novo significado em sua vida.

Seguir a correnteza ou enfrentar a verdade dentro de si? A questão de gênero e a diversidade sexual é levantada na websérie.

“No Septo vamos tratar dessa relação da personagem principal que tenta ser uma versão melhor de si mesma, sair da casinha. Ela se descobre homossexual. Mas a homossexualidade dela não é o assunto principal da série. Porque na minha vida, na sua vida, nós temos amigos homossexuais e pra mim a sexualidade não é a coisa mais importante sobre eles, esses temas tabus que estão na sociedade. Eu acho que é dessa forma natural uma das formas de levantar a bandeira com mais eficiência”.

Travestida com uma camiseta preta de uma academia de jiu jitsu, Alice Carvalho, 19 anos de idade, exala hiperatividade pelos poros. Confessa fé em Deus e nas forças da natureza, ainda que refute religiões. Ela sabe que os próximos meses serão puxados.

“Esse mês de abril será o mais louco. Não vou poder comer açúcar. Tenho que manter uma nutrição pesada para convencer os expectadores de que ela está realmente exausta, porque imagine você falar de uma triatleta que odeia o que faz. Ela não gosta do que faz. Ela está cansada, faz isso há nove anos, está exausta de fazer o que o pai dela quer que ela faca. O pai dela é praticamente o coach dela e ela fez isso porque a mãe morreu quando ela era muito nova e era também triatleta. Então ela ficou levando esse legado da mãe, acompanhava nos treinos e quando a mãe morreu o pai começou a leva-la nos treinos para ela assumir um posto da mãe, que morreu sem atingir um ponto tão alto”.

Interlúdio machista

Esta entrevista aconteceria na praia, onde Alice concentra seus treinamentos. Foi só ela botar o pé em Ponta Negra e o toró desabou. Enquanto esperava um posicionamento dos céus para definirmos o local de nosso encontro, três sujeitos a abordaram com gracejos.

A velha cantada de rua…

Sem medo da reação do trio, Alice rebateu:

“O que é que foi, rapaz, que você falou?”.

O trio aparentemente era de surfistas. Um deles subiu o tom, ao dizer que as outras gostavam do suposto galanteio.

Então Alice reforçou a bronca:

“Tá tendo treta, sim. Passou e me assediou, e aí? Mulher não gosta disso não, seu babaca”.

Penso que quem enfrenta um palco para contar piadas (ela é a primeira mulher a fazer stand up comedy em Natal), não amarela diante de parafinados da mesma idade, conforme sua dedução.

Três pra lá, uma pra cá, e a coisa terminou assim mesmo.

Menos mal, pois a felicidade ao celebrar os R$15.527,00 bancados por 166 pessoas no Catarse poderia ser menor.

Fragmentos de criatividade

A jovem atriz jogou vôlei de praia até quatro anos atrás. Um ombro lesionado a fez interromper a prática e a jogou no teatro. Filha de um judoca, o motivo de envolver esporte em sua criação artística é dito com franqueza.

“Isso aí eu não tenho explicação, porque o projeto foi construído com a equipe, com a Pipa Dantas, com os meninos. Eu lembro que estava assistindo um filme, chamado Para Sempre Alice, que a Julianne Moore é uma mulher, que não é uma corredora, não é atleta, mas ela tem o hábito de correr. E ela vai adquirindo Alzheimer. Foi uma cena que eu vi, que fiz: ‘Puta que pariu, isso dá um negócio tão legal’.

Do filme saltou a faísca que incendiou fragmentos criativos dos mais diversos na cabeça de Alice Carvalho que, além de atriz, humorista e escritora (autora do livro Do Amor, da editora Jovens Escribas) é aluna do curso de artes visuais da UFRN.  Juntar as ideias era questão de tempo.

“Pensei: unir isso com as coisas que eu penso, aquela coisa de inspiração, que junta na hora, a explosão. É uma cena dela correndo. Ela se perde no meio do parque porque a doença já está num estágio avançado. O atleta é uma pessoa muito disciplinada, ama muito o que faz”.

Primeira websérie feita no Rio Grande do Norte, Septo, além de Alice Carvalho, terá a participação da atriz Anna Zêpa. A direção dos capítulos será de Hélio Ronyvon, Vitória Real, Victor Ciríaco, André Santos e Tereza Duarte. Turma estabelecida em Natal que venceu a barreira da falta de dinheiro com uma proposta avalizada por todo o país.

Fotografia: Sarah Wollermann

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − 1 =

ao topo