Classe artística protesta e consegue mais R$ 3 milhões para a cultura em 2016

Fim de ano de conquistas para a classe. Após o Festival Natal Tem Música, a cena cultural de Natal obteve outro feito ao custo de protestos. Na tarde de ontem foram votadas e aprovadas duas emendas parlamentares importantes no plenário da Câmara Municipal de Natal, que somadas alcançam o montante de quase R$ 3 milhões, sendo R$ 1,2 milhão para reforma e reabertura do Teatro Sandoval Wanderley, e R$ 1,7 milhão à Funcarte para chamamentos públicos em todas as áreas da cultura.

A fatia do bolo da Lei Orçamentária Anual para a cultura em 2016 é 30% menor que a de 2015. Diante dessa notícia, a Rede Potiguar de Teatro, a Rede de Música Independente de Natal (REMUIN), o Claquetada e a Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas (ABDEC), reuniram-se com a vereadora Amanda Gurgel e formularam essas duas emendas para minimizar o prejuízo. Importante ressaltar que essas emendas ainda precisam ser aprovadas pelo prefeito Cadu Alves.

Outra notícia boa é que Amanda Gurgel garantiu mais R$ 100 mil para o Festival Natal Tem Música do próximo ano. Como já foi publicado, além do Festival de Música de Natal, com 13 artistas potiguares e fomentado pela Funcarte com recursos do Ministério do Turismo, a vereadora destinou R$ 100 mil de emenda parlamentar para mais 20 shows de artistas locais para o Festival Natal Tem Música, organizado em parceria da Remuin e Funcarte. Então, próximo ano tem mais!

FOTO: Joanisa Prates

Jornalista por opção, Pai apaixonado. Adora macarrão com paçoca. Faz um molho de tomate supimpa. No boteco, na praia ou numa casinha de sapê, um Belchior, um McCartney e um reggaezin vão bem. Capricorniano com ascendência no cuscuz. Mergulha de cabeça, mas só depois de conhecer a fundura do lago. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 12 =

ao topo