Côco em Pipa

Khrystal empresta sua voz amanhã no Festival Gastronômico de Pipa. Muita gente pode achar estranho o som do côco apresentado na praia – comumente mais adepta aos reggaes e axés. Mas o côco é nosso gênero musical mais genuíno e logo ali pertinho, na comunidade quilombola de Sibaúma há registros de negros tocadores de coco-de-zambê. Há controvérsia sobre a origem do côco, se é africana, nacional ou uma misturada das influências negra e indígena. Enfim, o que vem mesmo ao caso é que nossa coquista se apresenta a partir das 20h30 acompanhada de Ricardo Baia na viola de 12 cordas, José Fontes no Contra-Baixo e Kleber Moreira nas Percussões. Khrystal cantará os cocos do álbum Coisa de Preto e apresentará canções do seu novo disco De Contente, em fase de pré-produção. Boa pedida em noite de lua bonita.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP