Colagem de absurdos

Por Sebastião Vicente

Fernando Bonassi é um dos nomes festejados entre certos segmentos da nova ficção brasileira, tanto literária quanto audio-visual. É autor ou co-autor de roteiros de filmes como “Cabra Cega” e seriados como “Carandiru”. Escreveu o texto base de uma das encenações teatrais mais comentadas do Brasil recente, o Apocalipse 1.11 – aquele de célebre montagem pelo Teatro de Vertigem. Mas o que me interessava nele era mais a literatura propriamente dita, queria conhecer a narrativa de Bonassi. Pra ser honesto, tenho de dizer que queria conhecer melhor a prosa dos novos autores brasileiros – essa gente cultuada que ora estrela ora rejeita eventos como a Flip e seus derivados. Esse pessoal de letras urbanas que parece ignorar o leitor de maneira manifesta tanto quanto deve desejar sua admiração de forma sublimada.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 14 =

ao topo