Coletivo de criação estreia novo espetáculo nesta quarta-feira (03)

O corpo humano têm aspectos da sua fragilidade e vulnerabilidade questionados no espetáculo de dança “Entre nós e o mundo”, exibido virtualmente nesta quarta-feira (03), no canal do YouTube do Entre Nós Coletivo de Criação.

“Entre nós e o mundo” é fruto de trocas e vivências com coreógrafos de outras partes do mundo, em que os bailarinos potiguares João Alexandre Lima, Thazio Menezes e Álvaro Dantas, trazem à tona sentimentos, histórias e memórias em duas montagens: “Remendo” e “O corpo é uma farsa”.

“O corpo é uma farsa” é um dueto, protagonizado por Thazio Menezes e Álvaro Dantas, que fala do corpo contemporâneo e histórico em sua dualidade, em que influências externas e percepções internas podem ser reais ou falsas.

E “Remendo”  é um lugar de perda e encontro. Dúvidas, frustrações, anseios e melancolia. Reencontro de partes que foram cortadas e coladas. Este é um solo apresentado pelo bailarino e coreógrafo João Alexandre.

As duas montagens, de reflexões profundas sobre o corpo em seu sentido mais completo, são apresentadas juntas formando o “Entre nós e o mundo”. O espetáculo tem direção de Diana Fontes e coreografia de João Alexandre Lima.

Formação de plateia

Além da apresentação para o público em geral nesta quarta (3), o grupo também realiza exibições virtuais para grupos artísticos e estudantes da Grande Natal, com o intuito de formar público e gerar conhecimento sobre o fazer artístico.

Participam dessa programação artistas do Abrace Coletivo Artístico, da Ong Atitude Cooperação, alunos da Escola Municipal Professora Francisca de Canindé Avelino, em Parnamirim, e os estudantes do Impacto Colégio e Curso, em Natal.

A ação é uma realização do Entre Nós Coletivo de Criação em parceria com Diana Fontes Direção e Produção Cultural, e conta com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo