Com Diógenes da Cunha Lima


Do poeta, advogado e presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras, Diógenes da Cunha Lima, para a nova edição da Revista Formas, especializada em arquitetura e interiores, que será lançada nos próximos dias. O editor da publicação é este blogueiro, autor da entrevista. Roubei só um pedacinho:

Revista Formas – São 23 anos à frente da ANL. Qual a contribuição da instituição para o Estado durante este tempo?

Diógenes da Cunha Lima – Somos 40, entre homens e mulheres, dedicados à literatura e cultura. Pessoas que valorizam o Rio Grande do Norte desde a fundação da ANL (em 1936) até hoje. Ninguém recebe nada. Ao contrário, pagamos do bolso para manter a instituição. Temos feito um trabalho excelente. Como pregava o antigo lema da UDN, estamos em “eterna vigilância” para o que interessa à cultura e educação do Estado. A Academia trabalha com a colaboração do tempo e está presente nos eventos culturais mais importantes do Estado. Estaremos presentes, por exemplo, na Bienal do Livro de Mossoró nos próximos dias.

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP