Convite/Lançamento de Livro

Cooperativa Cultural da UFRN promove lançamento de livros de Nelson Patriota

A livraria da Cooperativa Cultural da Universidade Federal do Rio Grande do Norte promove, na próxima sexta-feira, 11, às 11h, o lançamento dos livros “A estrela Conta” e “Colóquio com um leitor Kafkiano”, ambos de autoria de Nelson Patriota.

Segundo o autor, o livro intitulado “A Estrela Conta” é uma biografia da cantora potiguar Glorinha Oliveira e surgiu como sugestão da própria artista, no final dos anos 90. O título remete ao programa de rádio “A Estrela Canta”, cuja apresentação estava a cargo de Glorinha. O livro, publicado pela editora Jovens Escribas, é baseado em materiais colecionados pela própria artista, além de uma série de entrevistas e visitas à sua casa. “A obra é repleta de ilustrações e mostra as várias fases da vida de Glorinha, além de revelar acontecimentos pessoais da vida da cantora. Relembramos, até, o fã clube que na época ela tinha em Natal”, explica Patriota.

A obra “Colóquio com um leitor Kafkiano”, por sua vez, é a reunião de 12 contos escritos por Patriota dos anos 1970 até 2009. Dentre os contos reunidos, destacamos o já publicado no periódico “O galo” (1986), que é relançado com algumas sutis modificações e cujo título é estendido à obra. “O livro é composto por contos de tom surrealista, realista e infantil e traz, também, o conto ‘Prelúdio e fuga para um cavaleiro da Mancha’, baseado no último livro publicado de Câmara Cascudo, ‘O prelúdio e fuga do real’”, finaliza o autor.

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Jarbas Martins 9 de junho de 2010 17:46

    Sou suspeito pra falar, já que sou amigo dele de muito tempo. Nelson Patriota e Moacy Cirne são dois intelectuais, em trajetórias divergentes, que admiro neste nosso rio grande sem sorte, como diria o poeta Bosco Lopes. Eu disse intelectuais, e não artistas e poetas.Mas isso é discussão pra ser mediada por um “scholar” (não sei se ele vai gostar dessa palavra)
    como Marcos Silva.Boa lembrança, amigo João.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo