Coppola x produtoras

O cineasta americano Francis Ford Coppola questionou ontem que um jovem diretor desconhecido possa rodar um filme como O Poderoso Chefão (1972) como ele fez, “contra a vontade dos estúdios”, devido ao maior controle exercido atualmente pelas produtoras. “A não ser que seja Ridley Scott ou Steven Spielberg, não se pode escapar da produção como eu fiz com ‘O Poderoso Chefão’. Embora não agradasse ao estúdio, eram incapazes de me controlar porque eu era jovem e rápido”. Ele descartou que volte a filmar a história de alguma outra grande família do crime e apontou que quer seguir realizando filmes que sejam mais pessoais e nos quais possa mostrar suas próprias experiências.

“Enquanto estiver vivo, vou seguir fazendo filmes a cada ano ou a cada um ano e meio, mas sempre com um roteiro pessoal e original, assim como Woody Allen, que é o que mais admiro porque faz filmes sempre”, assegurou o cineasta, respondendo assim qualquer dúvida sobre uma eventual aposentadoria. Coppola iniciou há três semanas as filmagens de algumas seqüências do filme Tetro, em Alicante, na Espanha. (com informações da agência EFE).

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo