COSERN antecipa recebimentos de projetos para fomentar cultura também no primeiro semestre de 2016

Durante o lançamento da quinta edição da Feira de Livros e Quadrinhos de Natal (FliQ), a gerante de Comunicação da Cosern, Karine Severo (FOTO), anunciou a antecipação do recebimento de projetos culturais aprovados na Lei Câmara Cascudo. É notório e esse blog já cansou de reclamar o pouco tempo disponível ao planejamento de ações pelos produtores. A Lei Câmara Cascudo geralmente abre o período de inscrição de projetos em março ou abril, concede alguns meses para recebimento e a Cosern abre o período em junho ou julho, restando o segundo semestre para planejar, produzir e realizar o projeto. Ou seja: a vida cultural da cidade – muitíssimo atrelada aos projetos aprovados em leis de incentivo, notadamente a Cosern, que é a maior empresa patrocinadora da cultura potiguar – fica concentrada apenas no segundo semestre, quando um bolo de projetos são realizados quase concomitantemente. O blog aproveitou a presença no lançamento da FliQ – um dos projetos patrocinados pela Cosern via Lei CC – e pescou algumas palavras de Karine Severo:

Qual será o período de recebimento de projetos pela Cosern com essa nova proposta?
De outubro a dezembro. São três meses para a turma se preparar e enviar o projeto ainda pelo email rse@cosern.com.br

A análise dos projetos será logo em seguida?
No início de 2016. Isso vai antecipar a aprovação e os pagamentos. Com isso, os proponentes terão oportunidade de fazer um planejamento maior e, consequentemente, teremos projetos mais distribuídos durante o ano. Antes, nós aprovávamos no meio do ano e o proponente tinha, no máximo, seis meses para esse planejamento e concentrava todos esses projetos no segundo semestre. E até para a empresa é importante porque ela poderá estar presente também o ano todo.

Os pagamentos começam a partir de qual mês?
Acredito que em fevereiro estaremos com todos os projetos analisados e aprovados. Depois temos os trâmites de entrega de documentação. Então, a expectativa é que em fevereiro comece a se pagar e até março esteja tudo pago.

Expectativa de orçamento para o próximo ano?
Ainda não; nada foi fechado. Mas temos a expectativa de manter o mesmo número de projetos, no máximo com pequena variação. Ou seja: este ano aprovamos 21 projetos, num total de quase R$ 3,5 milhões. Então, próximo ano deve ficar entre 20 a 22 projetos, juntando as leis Rouanet e Câmara Cascudo. Apesar da crise! (risos)

CONFIRA FOTOS DO LANÇAMENTO DA FLIQ NATAL, QUE ACONTECE ENTRE 15 E 18 DE OUTUBRO, NA CIDADE DA CRIANÇA!

12041704_10206499303899230_1160238994_n

12049035_10206499283978732_1344843249_n

12081524_10206499283138711_1016149970_n

12047326_10206499284298740_973103855_n (1)

Jornalista por opção, Pai apaixonado. Adora macarrão com paçoca. Faz um molho de tomate supimpa. No boteco, na praia ou numa casinha de sapê, um Belchior, um McCartney e um reggaezin vão bem. Capricorniano com ascendência no cuscuz. Mergulha de cabeça, mas só depois de conhecer a fundura do lago. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + vinte =

ao topo