Crime e norma literária

Por Kelvin Falcão Klein

1) Chklóvski, em ensaio sobre o escritor russo Rozanov (“Literatura sem enredo: Rozanov”), afirma que Dostoiévski “promove os procedimentos da ficção de detetive a uma verdadeira norma literária”.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo