CURTINHAS: Audiovisual, machismo, Troféu Cultura no SP, Clube do Samba, Centro Cultural BB e mais

CULTURA EM TRANSE – Não é só o audiovisual o setor prejudicado com a crise financeira que assola o país. O protesto da classe é válido, claro. Mas é preciso reconhecer as dificuldades do momento. E também protestar para que esses obstáculos não venham empatar justo o bom andamento dos projetos culturais. Aliás, o que a FJA fez para o setor?

SETOR LITERÁRIO – Exemplo para além do descaso com o audiovisual? O jornalista Cefas Carvalho bem lembrou: “Setor literário igualmente abandonado, vide a não divulgação dos editais dos concursos Câmara Cascudo, Othoniel Menezes e Moacy Cyrne, divulgados com pompa e circunstância no Dia da Poesia (14 de março) e até hoje não lançados. Sem falar que a premiação dos citados concursos de 2011 jamais foi paga e os processos – mal feitos em todas as instâncias – dormem numa gaveta do TCE.”

MACHISMO DE ASSIS? – Sinceramente, achei exagerados alguns pontos de vista sobre o discurso embriagado de Cláudio Assis e Lírio Ferreira (FOTO) no cinema de Recife, ao comentarem o filme ‘Que horas ela volta?’. Não vi absolutamente nada de machismo. Fosse um cineasta homem, o personagem das críticas, teriam dito as mesmas bobagens. Mas foi a amiga deles, Anna Muylaert, que até saíram para beber depois com ela. Aliás, Cláudio Assis, da plateia, já xingou Beto Brant quando seu Amarelo Manga perdeu premiação para Carandiru. E chamar Regina Casé de gorda foi totalmente deselegante ou até outro adjetivo mais pesado, mas não foi machismo. Enfim, outro dia li um card que dizia: “Acha ruim falar de racismo todo dia? Imagine quem sofre com isso diariamente!”. Concordo. E o assunto – ambos: machismo e racismo – devem ser tratados toda hora, mas com parâmetros melhor estabelecidos.

TROFÉU CULTURA – A lista completa dos cinco indicados em cada categoria do Troféu Cultura será postada neste Substantivo Plural! Acredito que ainda na primeira quinzena de setembro. A lista foi construída com opinião de jornalistas e especialistas no assunto. Agora, o público poderá votar no seu preferido. A solenidade de premiação deve ocorrer em 12 de novembro, provavelmente na Fiern.

CLUBE DO SAMBA – O segundo encontro do Clube do Samba Potiguar receberá Luiz Antônio, Cristina Holanda, Zorro e Serginho Nulance. Mais uma vez no Mercado de Petrópolis. Será nesta quarta, às 19h, e com acesso livre. Muito bacana a proposta! ERRO! ESTE ENCONTRO SERÁ NA OUTRA QUARTA, DIA 9!

CENTRO CULTURAL – Nesta quarta, a secretaria estadual de Turismo apresentará a proposta já enviada ao Banco do Brasil para criação de um Centro Cultural em Natal. Será durante a reunião do Conselho Estadual de Turismo, no Centro de Convenções, a partir das 10h. Aberto ao público e à imprensa.

TRIBUNA AO TEATRO – O caderno Viver, da Tribuna do Norte, publicou matéria detalhada hoje sobre a situação do TAM e a possível reabertura do teatro com recursos do RN Sustentável. Para ler, clique AQUI.

unnamedPAINEL NA UFRN – Alunos da UFRN em conjunto com o artista Wendell Batista criam novo painel de destaque do CCHLA. Foram três meses de construção coletiva, todo feito em mosaico. A obra será inaugurada nesta quinta, às 17h. Bacana é que os alunos inicialmente não sabiam que suas obras contribuiriam para a realização do painel e tiveram essa surpresa depois da montagem.

VAGABUNDOS ILUMINADOS – Nesta quinta, às 20h, tem mais uma edição do projeto Alcateia Cultural no Enquanto Seu Lobo Não Vem, com lançamento da Coleção Vagabundos Iluminados, que reúne obra de seis poetas de Belo Horizonte (Rafael Fares, Marcos Braccini, Marcos Sarieddine, Thiakov, Vinikov e Rafael Ludicanti). Sarau com presença dos autores e lançamento do livro da coleção, além de CD e Vídeo. O restaurante fica na Av. Afonso Pena, 483, Petrópolis.

BEATLEMANIA RESISTENTE – Terminei um post com 130 curiosidades sobre os Beatles, a partir de uma biografia que li sobre a banda. Esperar sair o dinda da Cosern para publicar na fan page do Substantivo junto com uma “impul$ionadazinha”. Deu um trabalho danado! Mas ficou interessante.

Comentários

Há 4 comentários para esta postagem
  1. Anchieta Rolim 6 de setembro de 2015 0:16

    A Biografia de Bob Spitz. Tenho essa e achei muito massa.

  2. Denise Araujo 2 de setembro de 2015 16:35

    E eu quero ler desde já estes escritos curiosos sobre os Beatles. Qual biografia você leu, Sérgio?

    • Sergio Vilar 2 de setembro de 2015 17:16

      Denise, foi ‘Can’t Buy Me Love’, de Jonathan Gould. Mas isso depois de ‘A Batalha Pela Alma dos Beatles’, de Peter Doggett e de ‘Paul McCartney: uma vida’, de Peter Ames Carlin rsrs Eu só comprei o de Doggett. Ganhei os outros de presente e tive que ler. Desculpa boa! rs

  3. Cefas Carvalho 1 de setembro de 2015 13:34

    Só registrando, Sérgio, que minha crítica e específica e direcionada á FUNCARTE, que coordena os Concursos Câmara Cascudo, Othoniel Menezes e Moacy Cirne. Há muito a FUNCARTE negligenciou o local em prol do macro. Apesar dos defeitos vejo na FJA esforço e vontade de diálogo há muito, tanto agora (*Bico do PT, Governmo do PSD) como a anterior (Isaura, com Governo do DEM) como mesmo antes Crispiniano e François tinham diálogo com a classe cultural. Fica o registro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo