Dança do amor

Por Ednar Andrade

… E ela dança… Com seu corpo nu… Na lua “cheia de amor”, Para dar… E pulsa em rodopios incontidos… Sangue nas veias, Paixão… Emerge do fundo do mar com seus lábios rubros, Agora sem véus… O ventre incendeia em desejos, Num incessante prazer, amar… Beija, com boca salgada… Beijos com gosto de mar.

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. André HP 6 de junho de 2010 22:18

    O começo me lembrou A Menina Dança do Moraes Moreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo