DANÇA RITUAL

08 de Fevereiro: Dia de São João da Mata

Dança ritual

Toca
Toca na pedra
Toca no pau
Toca no coro

Dança
Dança ritual
Dança nua
Dança para o rei

Saudação
Saudação às dançarinas mortas
Saudação aos ministros do rei
Saudação ao novo jaguar

Virgens
Vinte e duas virgens costuram a roupa do rei
Cavaleiros experientes o saúdam
Mulheres infiéis são punidas

Água
Chuva
Colheita
Circuncisão

Caça
Caça o hipopótamo
Animais são sangrados
Os deuses têm sede

O sol nasce e morre
Nascente – poente
Norte e Sul
Dança- ritual

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 8 comentários para esta postagem
  1. Danclads Lins de Andrade 8 de fevereiro de 2011 23:47

    Da Mata, rapaz, toda felicidade para ti.

    Você é um tijolo muito importante nesta coluna.

    Portanto, deves permanecer assim: imbatível, forte, tal como D.Quixote.

    Então sigamos.

    Abraços, rapaz.

    Parabéns.

  2. Ednar Andrade 8 de fevereiro de 2011 23:26

    Da Mata, amigo,vejo que quase perco o bonde. Mas, ainda é dia de São João da Mata. Ops, quero dizer: noite. Então, deixo aqui o meu sincero abraço.

    E um desejo maciço de aqui permanecermos por muito tempo neste abraço singular.

    Parabéns, querido.

    Para você, todo amor que houver nesta vida, toda paz.

    Beijos.

    Feliz aniversáriossssssssssss…

  3. Aline Patricia 8 de fevereiro de 2011 20:29

    Ô João, acho que nunca nos “esbarramos” aqui pelo SP,
    mas deixo também meus sinceros votos de muitas realizações,
    que a reinvenção diária seja o Norte na Dança-ritual da vida que segue…

    Abraços =)

  4. João da Mata 8 de fevereiro de 2011 17:57

    ih, esqueci de mencionar o amigo Lula. Obrigado, grande cineasta das estrelas de (cadentes) .

    Marival, o sangue é mais que necessário para esse ritual.

  5. João da Mata 8 de fevereiro de 2011 17:47

    Muito obrigado meus queridos amigos Edjane, Oreny e Marival. Gracias a la vida

    Marival amigo velho querido. Acho que Cervantes responderia assim para Sancho: A liberdade, Sancho, é a coisa mais preciosa da vida. Por ela vale tudo.

    Em compensação, João da Mata junto com Voltaire, diria assim: “Eu , como o Quixote, invento paixões para exercitar-me”.

  6. Marival Martins 8 de fevereiro de 2011 17:28

    Parabéns professor João da Mata!
    Mas, amigo velho, dá prá argumentar um pouquinho sobre a presença desse hipopótamo numa dança-ritual!!! Veja lá heim, em linguagem de leigo na expressão lírica. Faça como se fora Dom Quixote explicando para Sancho Pança.
    Obrigado e um abraço

  7. Oreny Júnior 8 de fevereiro de 2011 16:45

    parabens seu joão, desmatando litoral…
    abração

  8. edjane linhares 8 de fevereiro de 2011 15:54

    “Os deuses tem sede”

    Parabéns João, você é uma pessoa especial e de grande carisma.

    Cuidado com a bebida, deuses também tem ressaca.

    Beijos e muita felicidade.

    P.S. Quase que o meu nome seria Rita de Cássia, nasci no seu dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo