Danilo Miranda tem apoios significativos para substituir Ana de Hollanda

Por Renato Rovai
BLOG DO ROVAI

Uma carta com o seguinte intróito está circulando pela rede com a assinatura de dezenas de pessoas importantes do mundo da cultura.

“Um sonho acalentado por muitos e muitos anos pelos artistas e produtores culturais brasileiros é o de ter no Ministério da Cultura um grande gestor de nossas atividades criativas, que hoje representam 5% do PIB do país.

A nomeação do técnico e gestor Marco Antônio Raupp para o Ministério da Ciência e Tecnologia reacendeu as esperanças da área cultural.

Assim, na hipótese de haver a decisão de substituição do titular da pasta da Cultura – tema veiculado na mídia, mas não necessariamente verdadeiro – a classe cultural, aqui representada em suas diversas linguagens e regiões, vem dar sua contribuição cívica, político participativa, e apresentar um nome que, certamente, faria a diferença na história do Ministério da Cultura, e aglutinaria os mais diversos segmentos ao seu redor: Danilo Santos de Miranda.”

A carta tem a assinatura tanto de gente do mainstream cultural como de inúmeros Pontos de Cultura e coletivos. Tem desde artistas historicamente ligados ao PT, como muitos que sempre estiveram ao lado dos tucanos, incluindo uma conhecida atriz cujo medo virou tema de propaganda política.

Esta carta será entregue na Casa Civil para, segundo este blogue apurou, “apresentar a Dilma uma sugestão de nome que a classe artística respeita”. Os articuladores do documento estão cheio de dedos para não parecer algo deselegante.

Desde outubro do ano passado que Danilo Miranda {FOTO}tem dito a interlocutores que aceitaria, se convidado, assumir o MinC. Ele não estaria articulando a carta, mas não a desautorizou.

Em janeiro, este blogue havia apurado que se houvesse mudança no MinC ela aconteceria em março. Mas antes de mexer nesse ministério, Dilma vai tratar da insatisfação de uma parte considerável da base.

E como alguns amigos têm dito, cultura neste governo é o último ponto de pauta. Vem até depois do Ministério da Pesca.

Ou seja, a mudança, se ocorrer, vai ser na última hora. Dilma não tem ideia do quanto esse seu desprezo pela área vai custar caro para o PT nas próximas eleições municipais. E quanto pode lhe custar caro na reeleição. A insatisfação é enorme.

PS: Este blogue também apurou que o PCdoB teria feito chegar a Dilma o recado de que a substituição de Ana de Hollanda por Danilo Miranda agradaria ao partido.

PS 2: A lista de apoio a Danilo é tão grande que um amigo que viu a carta disse: “só falta o Chico Buarque”.

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Jóis Alberto 17 de março de 2012 17:34

    Sem dúvidas, Danilo Miranda é um bom nome para substituir a equivocada Ana de Hollanda no MinC. Mais ligado à iniciativa privada, por ser um dos diretores do SESC de São Paulo, Danilo Miranda, todavia, conhece bem de política cultural e, portanto, sabe discernir com competência, cultura e ética o papel que cabe ao Estado, na formulação das políticas públicas, e o papel dos setores empresariais.

    Acredito que, com ele, as leis de incentivo à cultura e o marketing cultural, duas ferramentas importantes, voltarão a ter credibilidade, mesmo depois desses exageros desmoralizantes e francamente neoliberais da gestão de Ana de Hollanda, como parece ser exemplo o recente incentivo autorizado à realização de rodeios com apoio de grande cervejaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo