Das novidades da Bienal

Meus minutos de internet aqui no Hotel Comfort, de Fortaleza, são poucos. Adianto apenas que a cidade me parece bem cuidada. A reeleição da prefeita petista Luiziane deve explicar um pouco disso. O hotel fica próximo à Beira Mar, praia vizinha à de Iracema. Impressiona a estrutura e segurança da orla. O movimento de caminhantes, quiosques e policiais impressiona. O calçadão tem uns 15 metros de largura e uma extensão a perder de vista.

Artistas e jornalistas convidados para a Bienal estão hospedados neste mesmo hotel. Mas até agora tive contato apenas com um jornalista paulista que desconhecia a trupe também paulista do Teatro Mágico. Foi ao show de ontem no Centro de Convenções apenas para assisti-los, como eu. O jornalista já passa dos 40 e talvez tenha achado a gritaria adolescente exagerada. Particularmente adoro o trabalho do TM. Até resolvi furar o bloqueio da segurança e esperei o show acabar por trás do palco.

A espera teve sucesso. O show acabou por volta das 22h45. Já havia perdido o transporte de volta ao hotel. Relaxei e consegui uma entrevista com o mentor do grupo, Fernando Anitelli. Conversa demorada. Acabei voltando para o hotel na van com o grupo. Antes, até paramos para lanchar/jantar em uma sanduicheria na praia de Iracema. As histórias são muitas. A entrevista completa deve sair domingo em O Poti. Vou começar a escrever agora e um pedaço eu coloco aqui mais tarde.

As novidades aqui são muitas, e as vindas daí, da minha aldeia, são melhores ainda. Fico mais tranquilo. Depois volto por aqui. Por hora, apenas a saudade imensa de um dia, da família, da namorada e da minha sobrinha dizendo Tiu seijo.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 10 =

ao topo