Ditadura: dar nome aos bois

Amigos e amigas:

A entrevista de Safatle é muito boa. Faltou dar nomes aos bois: quem oculta a ditadura brasileria, quem a revela? Ele tem toda razão quando aponta estruturas de estado e práticas culturais de esquecimento. Deixa de salientar que existem grupos contrários a essa estratégia e que muitos historiadores e outros analistas já discordaram daqueles argumentos que naturalizam a ditadura. A modéstia não me impedirá de lembrar que organizei uma coletânea com o título “1964/1968 – A ditadura já era ditadura”, dedicada exatamente a essa crítica, publicada em 2006.

Abraços:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

ao topo