De Andrew Keen

“Não é apenas a indústria de cinema, é claro, que a revolução digital desafia. Na verdade, essa revolução é um assalto fundamental sobre a autoridade de todos os meios de comunicação desde livros e jornais a música e filmes”, escreve.

aqui

ao topo