“De Cuba com Carinho”

“A cubana Yoani Sánchez, de 34 anos, se tornou escritora de renome graças à internet e, se depender do governo de seu país, sua existência vai continuar sendo apenas virtual para o resto do mundo. Lançando com exclusividade no Brasil o livro “De Cuba com carinho” (Editora Contexto), Yoani teve o visto negado e não pôde estar presente na edição de Encontros O GLOBO dedicada a ela na última quinta-feira. Assim, a participação da autora no debate resumiu-se a um vídeo gravado especialmente para o evento.

– Meu blog é uma forma de exorcismo da inércia coletiva aqui em Cuba, mas estou condenada à imobilidade – lamentou no vídeo. – Espero um dia poder ir ao Brasil lançar um segundo livro. Um livro sobre uma realidade diferente, sobre outra Cuba – discursou a blogueira no vídeo, eleita uma das cem pessoas mais influentes do mundo pela revista “Times”.

Participaram do encontro o deputado Fernando Gabeira (PV), os jornalistas Carlos Alberto Teixeira (O GLOBO) e Pedro Dória (“O Estado de S. Paulo”), e Paulo Uebel, diretor-executivo do Instituto Millenium, sob mediação do jornalista Renato Galeno, do GLOBO.

Os convidados discutiram a liberdade de expressão e o trabalho de Yoani, que escreve os textos que publica há dois anos em seu site Generación Y (www.desdecuba.com/generaciony ) em um laptop, leva o material em um pen-drive até uma lan-house e grava os vídeos que divulga pela internet em uma câmera digital: todos comprados com o dinheiro dos prêmios que ganhou mundo afora – quantias que recebe clandestinamente através de conhecidos que viajam até Cuba.”

Go to TOP