De musas

Musa, eu? obrigada pela gentileza, Jarbas. Eu acho que Angicos é que é a musa das musas, a terra das terras, você não acha? Quanto a mim, atualmente estou mais para um poema de Anna Akhmatova, no qual ela fala das dificuldades da vinda da musa inspiradora. Ou talvez para Sylvia Plath, esperando a improvável presença do anjo. Também ando a chamá-la, a musa, essa difícil presença. Bom saber notícias suas, Jarbas. Apareça mais por aqui.

Um abraço conterrâneo.

Poeta e cronista. Publicou os livros de poesia O Caos no Corpo, Destempo, e Chuva Ácida, e Uma noite entre mil, textos em prosa. [ Ver todos os artigos ]

ao topo