De Nei Leandro de Castro


De Nei Leandro de Castro a respeito do livro Fortaleza dos vencidos, a ser lançado quarta-feira na mesma Siciliano do Midway. A matéria completa do agnóstico caicoense e colecionador de imagens de São Francisco sai na edição do Diário de Natal desta terça-feira:

O título do livro remonta tão somente a Natal de ontem ou ainda cultivamos uma aura de “vencidos”?
O livro traz muita referência à Fortaleza dos Reis Magos. São casos e encontros amorosos, paixões imensas que acontecem lá. O último capítulo é todo vivido dentro da Fortaleza. Os vencidos são personagens históricos que ressurgem na Fortaleza para julgar pessoas acusadas de traição. É meio surrealista. Um deles é o judeu Jacob Rabim. Ele ajudou no massacre de Cunhau; personagem importante na trama. Houve um fato curioso: numa reunião de potiguares no Rio de Janeiro eu disse que pesquisava a vida desse judeu e mais de uma pessoa se insurgiu contra a ideia. Criticaram o fato de eu aproveitar a história de um traidor no livro. Pura babaquice. Ora, se a
riqueza do personagem está aí.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo