Deitar a cabeça sobre o teu peito, de Marina Rabelo

deitar a cabeça sobre o teu peito

ouvir o barulho do mar

revolto

& inquieto

fechar os olhos

amar o silêncio das conchas

mergulhar

até o sal da lágrima

sentir-se viva

caravela acesa

potente

& acolhida

Ilustração: Janet Sung

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 5 =

ao topo