depois d(l)essa, um excerto pra marcos silva

“Pelo que diz respeito a adquirir e a ganhar não fazem os homens outra coisa, não só na roleta como em toda parte, do que tirarem e lucrarem-se algo reciprocamente. Outra questão é saber se a aquisição e o proveito são algo feio. (…) Há duas espécies de jogo nitidamente diferentes: o dos gentis homens e o da plebe. Há quem os distingua com muita severidade. Todavia, a falar a verdade, que tolice tal distinção! Um gentil homem pode, por exemplo, arriscar cinco ou dez luízes, raras vezes mais. Pode também arriscar mil francos, se é muito rico, mais só por causa do jogo propriamente dito, para se divertir, para estudar o processo do ganho e da perda. Mas não deve, de modo nenhum, interessar-se pelo ganho como tal. Depois de ganhar, pode ele, por exemplo, dar uma boa gargalhada, ou dizer uma piada a um dos circunstantes. Pode mesmo tornar a jogar essa quantia toda, duplicá-la, mas unicamente por curiosidade, para ver os lances da sorte, para fazer combinações, e nunca movido pelo desejo plebeu de tirar proveito disso. Numa palavra, ele não deve ver no salão de jogo, nas roletas e ‘Trente-et-quarente’ mais do que um simples divertimento. Nem sequer deve suspeitar das possibilidades de ganho e das armadilhas em que se baseia a banca. Não seria mau se, por exemplo, lhe sucedesse que todos os outros jogadores, a plebe, que treme por cada florim, fossem igualmente ricos e jogassem unicamente para seu divertimento. Essa ignorância completa da realidade e da concepção ingênua do homem podem, sem dúvida, ter efeito altamente aristocrático.”

– Fiódor Dostoiévski, O Jogador

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Marcos Silva 11 de junho de 2010 7:03

    Nina:

    Obrigado pela lembrança. Ler Dostoievski é sempre um impacto: a riqueza dos pontos de vista é uma das maiores conquistas desse grande escritor. Junto com Rimbaud (o eu é um outro) e Pessoa (os heterônimos), Dostoiévski foi longe demais nesse ângulo tão importante da escrita literária.
    Abraços:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo