Desabafo

Por João da Mata Costa

Caro Tácito,

Considerando que não entendo que se trata de uma questão de ego como mencionou a colega Jô. Considerando que fui fortemente atacado por um jornalista que pouco conheço. E para meu espanto, não tive nenhuma palavra de defesa dos colegas que fazem o SP. Venho pedir encarecidamente que o jornalista que usa levianamente meu nome para se promover, que esqueça meu nome. Que ele continue prestando serviço à politicos e a Assembléia Legislativa, mas que esqueça meu nome que tem milhares de alunos a preservar e uma vida de serviço à cidadania, à cultura, ao ensino e ao bem dessa cidade. Ele não tem o direito de me difamar levianamente . Amigos meus questionaram essa atitude vil de um jornaista a serviço de outros interesses que não o da informação e do bom convívio. Questionei uma informação inviesada dada e vou continuar ensinando aquilo que eu sei e aprendi: A etica. A educação. E peço ao citado jornalista que me esqueça. Ele não tem o direito de usar meu nome publicamente. Como um jornalista a serviço de um jornal ele precisa informar e não difamar a um professor, cidadão e colaborador do SP desde a sua elaboração. Dei sempre o melhor de mim e se não for pertinente a minha participação você, meu caro editor, pode retirar meu nome da lista de colaboradores do SP. Esse é um bom momento ja que todos os meus textos foram apagados.

Go to TOP