Descentralizar ações é a palavra de ordem na cultura

NA TRIBUNA DO NORTE

“Não dá para ficar encastelado na Capitania, pensando no que fazer da Ribeira até Ponta Negra. A zona Norte é outra cidade. As pessoas lá nem sabem o papel da Capitania, e chegar só na época dos festivais de quadrilha é muito pouco.” A declaração é do presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), o escritor e realizador cultural Dácio Galvão.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 5 =

ao topo