Desonra

“Lá estava José, despido de suas armas e de qualquer vontade. No meio do Carnaval, na grande cidade, o velho caboclo procurava se equilibrar apoiado em sua lança, enquanto aqueles ao seu redor olhavam-no com uma mistura de admiração, indiferença e repulsa”. Conto de Alexandre Honório.

aqui

ao topo