Destruição organizada

Por Flora Süssekind

O teatro crítico de Brecht, Beckett e Bene

Estudos de Gilles Deleuze e José Antonio Pasta sobre Beckett, Carmelo Bene e Brecht ressaltam diferentes respostas aos dilemas da representação teatral no séc. 20: a “arte do apagamento” de Bene, o esforço brechtiano de “destruir e arruinar” o teatro e os esgotamentos que fundam espaço e figura humana em Beckett.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo