Deus não está morto

Deus quântico

“Deus não está morto”, é o título do livro de Amit Goswami, pós-doutor em física quântica e filho de guru hinduísta. Segundo o autor, a física quântica prova a existência de Deus, bem como outros mistérios, como origem da vida, a evolução e os sentimentos.

Veja mais: aqui

Brasileiro, nordestino, alagoano, advogado, cidadão comum, simples habitante deste planeta decadente... Rs... [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 4 comentários para esta postagem
  1. Danclads Lins de Andrade 5 de novembro de 2010 7:58

    Li o “Tao da Física” e, como Tânia, assisti ao filme “Ponto de Mutação”, de Fritjof Capra. Achei bastante instigante, no sentido de que objetiva uma explicação abrangente, não desprezando os menores detalhes, para que uma possibilidade venha, de fato, a acontecer no mundo físico. A teoria quântica, segundo Capra: “… nos força a encarar o universo não sob a forma de uma coleção de objetos físicos mas, em vez disso, sob a forma de uma complexa teia de relações entre as diferentes partes de um todo unificado” (Tao da Física. Pág.109).

    É lógico que a explicação para a existência de Deus está longe de ser aceita de forma satisfatória; nem a religião, nem a ciência podem explicá-la de forma isolada. A crença na existência de um Ser criador de tudo é individual, mas não se pode tolher a capacidade humana de especular e buscar entendê-lo. Não foram os dogmas religiosos e sim a ciência quem promoveu alguns avanços no modus vivendi da humanidade.

  2. Tânia Costa 2 de novembro de 2010 22:52

    Assisti o filme ponto de mutação baseado no livro de Fritjof Capra.
    Dormi nas primeiras tentativas, mas não pelo fato do filme não ser interessante e sim por ser longo e constituir-se o tempo todo em um diálogo (uma cientista, um poeta e um político). O diálogo versa sobre a queda de paradigmas da ciência. A maneira cartesiana de pensar a natureza como a um relógio. O filme nos faz pensar!
    Trecho de uma poesia citada no filme:
    Nenhum homem é uma ilha isolada;
    cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra […]
    a morte de qualquer homem diminui-me, porque sou parte do gênero humano. E por isso não perguntes por quem os sinos dobram;
    eles dobram por ti.
    A teoria quântica ainda é vista com preconceito como demonstra o coment do colega acima. No entanto, algumas culturas antigas já demonstravam conhecimento dessa teoria, os orientais são um exemplo disso.
    Eu, particularmente, me interesso muito por essa teoria.

  3. Marcos Cavalcanti 2 de novembro de 2010 9:49

    Destile essa nova foilosofia ou ciência quântica para provar a existência de deus e dela vocè extrairá um cântaro de nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo