Dia do Músico Natalense

No dia de hoje gostaria de saudar a todos os músicos do Rio Grande do Norte. Parabenizar também à bela programação da rádio universitária da UFRN nesse dia e no final de semana. O programa Música Viva é muito bom. A Música Popular Potiguar cresceu muito e temos excelentes músicos. De K`ximbinho a Henrique Brito. De Ademilde Fonseca a Roberta Sá e todos os grandes músicos e intérpretes do RN meu reconhecimento e parabéns.

O que escrevi quando assisti ao último show da Roberta Sá

Vi, Vi o show da potiguar Roberta Sá. Uma garça vestida de vermelho que vai pouco a pouco desnudando. A voz de um timbre único passeia pelo grande repertório da Música Popular Brasileira. São canções próprias e de autores consagrados. O samba predomina, mas não é menor a intensidade das canções românticas. Interessa, sim. Abro os braços para Roberta Sá e o seu merecido reconhecimento nacional. Fico feliz de ouvir e ver os novinhos cantando a nossa bela música brasileira. A platéia aplaude, canta, dança e pede bis em três dias de casa lotada.

Roberta está bem no palco em sua saia rodada. São belos os movimentos circulares e olhares esguios de uma dançarina espanhola. O laço enorme de um vestido longo vermelho veste uma quase-bailarina. Os passos de samba são fracos. O percussionista é bom e exibido. O violão discreto e tímido de Antonia é competente. Diferente de quando Antonia tenta tocar o tamborim e não sai nada. Destaque para o diretor e arranjador dos discos e shows da bela Roberta – Rodrigo Campelo.

Vem, Vem, chama Roberta para dançar. Somos fogo e Gasolina como na bela canção do Lenine cantada por Roberta.

“O nosso jogo é perigoso, menina / Nós somos fogo / Nós somos fogo / Nós somos fogo e gasolina…”

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

ao topo